Palavras, palavras, palavras…

Uma vez, uma criança muito curiosa que espiava por cima do meu ombro enquanto eu trabalhava na minha tese de doutorado me disse:

Mamãe, o seu trabalho é praticamente palavras! “.Cloud Palavras

Para todos nós que vivemos praticamente de palavras, o mundo digital abriu possibilidades imensas de investigação. As tecnologias de automatização da linguagem, surgidas no pós-guerra e fortemente centradas na pesquisa sobre tradução automática, deram saltos inimaginávies nos últimos anos. Uma das razões para isso, suspeito, é que o mundo se transformou num imenso corpus.

A interligação de computadores em rede – a internet, e mais fundamentalmente, a www – deu à luz a uma nova forma de textualidade, uma textualidade espalhada sobre o mundo, que recobre tudo com sua manta de palavras a serem apreciadas e investigadas.

Nuvem deste Blog, gerada no Tagul
Nuvem deste Blog, gerada no Tagul

Na última década, surge uma tecnologia especialmente interessante: as nuvens de palavras, ou tag clouds. As nuvens são uma forma de representação da importância de diferentes termos em um corpus – um texto específico, um conjunto de textos, ou mesmo um conjunto de conjuntos de texto (a internet, e sua manta de palavras espalhadas). A tecnologia por trás das nuvens é muito delicada, e envolve fórmulas matemáticas para calcular o peso relativo de cada termo com base em sua frequência e daí derivar sua importância na representação, por meio de tamanho de fonte, cor, etc.

Screen Shot 2013-05-10 at 9.13.59 AM
Nuvem deste blog, gerada no TagCrowd

As nuvens de palavras possibilitam inúmeras aplicações. A mais comum é a representação da importância de um conjunto de metadados em sites e blogs (como a que temos no nosso próprio blog). Entretanto, há também aplicações importantes em pesquisas nas áreas de linguística e ciência da informação.

Um exemplo fascinante é a pesquisa realizada por um grupo de físicos brasileiros, comentada no intrigante artigo “A vida das Palavras”, na Revista da Fapesp de junho de 2011. Esse trabalho, que pretende investigar como o uso das palavras numa comunidade evolui com o tempo, usa as nuvens para construir representações de seus resultados.

Nuvem de “A vida das palavras”, Revista Fapesp

Outro campo no qual a técnica das nuvens vem sendo utilizada é na educação, como sugerem por exemplo o blog 21st Century Educational Technology and Learning, e o blog da plataforma de aplicativos para a sala de aula Knewton, com exemplos muito interessantes.

Nuvem dos presidentes americanos - exemplo do Knewton.com
Nuvem dos presidentes americanos – exemplo do Knewton.com

O uso das nuvens na educação é facilitado pelo surgimento de inúmeros aplicativos gratuitos que oferecem a possibilidade de criação de nuvens de palavras a partir de qualquer texto, de modo fácil, intuitivo (e bastante divertido), como o Tagul, o TagCrowd, o Word it out, o Tag Cloud Generator, ou todos esses outros sugeridos no blog 21st Century Educational Technology and Learning.

Assim, as nuvens de palavras parecem encerrar possibilidades ainda não imaginadas, e talvez nem mesmo vislumbradas pelos criadores da técnica.

Quem sabe essas novas possibilidades podem surgir da imaginação das crianças de hoje –  que, talvez, passem a gostar de fazer trabalhos que são, praticamente, palavras.

Anúncios

4 opiniões sobre “Palavras, palavras, palavras…”

Comentários?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s